Não perca nenhuma das nossas notícias e dicas. Assine a nossa newsletter!
Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.

Toxina Botulínica para Sorriso Gengival

O Sorriso Gengival é um transtorno estético para muitos e gera problemas de auto estima.

Toxina Botulínica para Sorriso Gengival

O Sorriso Gengival é um transtorno estético para muitos e gera problemas de auto estima.

Nos casos mais severos a pessoa é apontada, ao longo da vida, como se o sorriso gengival fosse uma inadequação determinante em sua aparência.

Seja por amigos, familiares ou indivíduos maldosos mesmo, como aquele colega da faculdade ou do trabalho, que julga e diminui o próximo para se desviar das suas próprias inseguranças.

Causas do Sorriso Gengival

O sorriso gengival ocorre, principalmente, por motivos genéticos e sinaliza um desequilíbrio entre dentes, gengiva e boca.

O grau de exposição da gengiva pode variar de total a parcial em cada caso.

A hiperplasia gengival, erupção passiva alterada, extrusão dento-alveolar anterior, crescimento vertical excessivo da maxila, lábio curto e hiperatividade do lábio superior, são exemplos de causas

Hiperatividade do Lábio Superior

A hiperatividade do lábio superior, uma das causas do sorriso gengival, pode ser tratada com auxílio da Toxina Botulínica.

A intenção do tratamento é melhorar a postura labial e consequentemente o seu posicionamento em relação à gengiva.

Lábio tortuoso é sinônimo de rugas dinâmicas, não só ao redor da boca, mas também na região orbicular dos olhos e lateral de face.

Agora você deve estar com um ponto de interrogação sobre a cabeça e pensando: O que a boca tem a ver com os olhos nesse assunto?

Os músculos da boca não atuam de forma isolada e nem poderiam, pois os grupos musculares da face trabalham em conjunto e compõe as expressões.

Uma coisa puxa a outra. A ação de um ou mais músculos complementa e, consequentemente, influencia na dinâmica dos demais.

Portanto, é preciso conhecer quais músculos interferem no sorriso, considerando (pelo menos) 7 grupos musculares atuantes na face.

Como exemplo o Levantador do Lábio Superior e Asa do Nariz, Levantador do Lábio Superior, Modíolo, para citar alguns.

A anatomia muscular facial é um assunto extenso, complexo e que exige estudo aprofundado.

O profissional que deseja atuar (ou já atua) na Harmonização Facial, deve ter domínio total de anatomia.

Fator determinante de sucesso nos procedimentos e prevenção de complicações.

Toxina Botulínica em ação

A Toxina Botulínica permite suavizar a hipertonicidade muscular labial e tratar o sorriso gengival de forma eficaz.

É a alternativa menos invasiva e preferida em comparação a procedimentos mais complexos.

A facilidade técnica, rapidez no alcance de resultados e o baixo índice de complicações, estão entre as vantagens do uso da Toxina Botulínica.

O custo benefício é excelente, o investimento financeiro é razoável e a durabilidade do procedimento também.

De acordo com a variação caso a caso e a condição de cada paciente, o resultado pode durar em média 180 dias.

Porém, todo tratamento de Harmonização Facial exige regularidade de manutenção para durabilidade dos resultados.

E a Toxina Botulínica aplicada ao sorriso gengival, não seria diferente.

Cuidado com equívocos técnicos

Um dos equívocos mais frequentes no tratamento de sorriso gengival é a aplicação da Toxina Botulínica no músculo orbicular da boca.

O orbicular da boca é um músculo esfincter, que perde o tônus com o relaxamento causado pela aplicação da toxina.

E por isso passa a trabalhar de forma assimétrica, por perda de potência, entra em colapso e quebra a dinâmica labial.

Resultado: Um sorriso de aspecto congelado e extremamente artificial.

De nada adianta a gengiva do seu paciente "sumir de vista" e o lábio perder totalmente a naturalidade.

Quanto á possíveis complicação, a mais comum é a ptose

O segredo para não errar está na Análise e Planejamento de Harmonização Facial Personalizados para o seu paciente.

Fuja da padronização de pontos de aplicação, domine anatomia orofacial e veja os equívocos sumirem do seu dia a dia clínico.

E as complicações?

Considerando apenas a aplicação equivocada no orbicular da boca, a consequência será Ptose.

Em outras palavras, o lábio do paciente vai sofrer queda e cobrir a gengiva, porém, perderá motricidade.

Como resultado a perda de potência muscular do lábio impedirá a preservação da mímica labial.

Tem como reverter isso? Sim, mas este é um assunto para outra postagem.

Considerações finais

Se você parar e reparar (discretamente, tá?!), a maioria das pessoas apresenta algum grau de exposição gengival.

Afinal, a exposição do tecido gengival superior a 3 milímetros já o caracteriza.

Seja total, parcial ou quase imperceptível aos leigos, o sorriso gengival não é motivo de descontentamento para alguns pacientes.

Já recebi queixas de pacientes insatisfeitos em relação ao sulco nasolabial marcado, por exemplo, que apresentavam exposição gengival acentuada.

O curioso é que eles não estavam nem aí para para a gengiva, eram felizes com seus sorrisos.

Mas coube a mim deixar claro que, se há exposição gengival, o preenchimento do sulco nasolabial não dura e se perde de forma precoce.

E isso acontece porque a força da ação muscular é muito alta, ela esgota o fármaco rapidamente.

Lembra da parte em que eu disse que os grupos musculares trabalham em conjunto?

Este é mais um exemplo claro de como a força muscular de uma região influência em outra, e além disso, um caso onde preenchimento e toxina devem agir juntos para alcance de resultados satisfatórios.

Mesclar tratamentos e técnicas é uma das belezas da Harmonização Facial, que possibilita pintar o equilíbrio ideal da face humana.

Vou me despedir por aqui e deixar um vídeo como de costume.

Até a próxima!

Dr Diogo Melo.

Toxina Botulínica para Sorriso Gengival

Comentários