Não perca nenhuma das nossas notícias e dicas. Assine a nossa newsletter!
Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.

Harmonização Facial tem Idade?

Antes de responder se a Harmonização Facial tem idade, ou não, é necessário entender do que se trata e quais são os benefícios agregados aos diversos tipos de tratamento na área.

Harmonização Facial tem Idade?

Antes de responder se a Harmonização Facial tem idade, ou não, é necessário entender do que se trata e quais são os benefícios agregados aos diversos tipos de tratamento na área.

Antes de responder se a Harmonização Facial tem idade, ou não, é necessário entender do que se trata e quais são os benefícios agregados aos diversos tipos de tratamento na área.

De um modo geral, nós especialistas não temos como indicar uma idade, precisa ou aproximada, em que o indivíduo deve buscar a ajuda da HOF.

Isso depende de cada pessoa, dos seus anseios, de como ela se enxerga e se aceita, diante do espelho. E principalmente, de como se relaciona e/ou se importa com os fatores beleza e juventude.

Por isso, é certo afirmar que não existe idade exclusiva para indicar cuidados à saúde da pele e manutenção da juventude dos contornos faciais.

Em resumo, cada um decide quando e se irá buscar procedimentos de harmonização facial, de acordo com seus próprios padrões e necessidades.

É claro que quanto antes cuidarmos, melhor. Mas não significa que exista um tempo certo ou uma obrigatoriedade.

O que é Harmonização Facial

A Harmonização Facial é um conjunto de procedimentos, protocolos e técnicas, que como o próprio nome já diz, tem o objetivo de harmonizar faces.

E como exemplo podemos citar os três pilares fundamentais da HOF:

Além de tratamentos complementares como Peeling Químico, Skinbooster, Microagulhamento, entre outros, que ajudam a potencializar resultados.

E por se tratar de procedimentos não cirúrgicos, considerados minimamente invasivos, que promovem o alinhamento e correção de ângulos faciais, a harmonização ajuda a aprimorar características naturais de um indivíduo.

Além de também promover a “manutenção da juventude” e/ou retardo do envelhecimento a longo prazo. Com o auxílio da HOF os pontos positivos de uma face são valorizados e as imperfeições são corrigidas.

Antes isso só era possível através de cirurgias e procedimentos altamente invasivos. Hoje a harmonização facial é a melhor alternativa para quem deseja resultados visíveis à partir da primeira aplicação.

Quem pode fazer?

Conforme já dito e entendido até aqui, a harmonização facial praticamente não tem idade. Mas isso não significa que uma jovem criança, em pleno vigor da juventude e funcionamento equilibrado de seu organismo precise dela, por exemplo. Você concorda?

É preciso ter bom senso e tudo nessa vida tem o seu devido tempo!

Pois iremos nos deparar com casos onde a HOF ainda não é necessária, mas mesmo assim a pessoa (ou um responsável por ela) irá insistir nisso.

Salvos os casos em que podemos ajudar a reconstruir uma face tão jovem, que tenha sofrido um trauma, ou nos traga deficiência por problemas congênitos, por exemplo.

O rosto é formado basicamente por ossos, músculos e gordura, correto?

Com o tempo os músculos enfraquecem e a gordura diminui, ocasionando flacidez, rugas, quebra da derme e muito mais.

Porém, o tempo e a degradação natural do organismo não são os únicos responsáveis pelo envelhecimento. O tipo de alimentação, o grau de exposição solar, fatores hereditários e uma série de outros hábitos diários do indivíduo, podem acelerar o processo.

Por isso, relacionar apenas a faixa etária à necessidade de harmonização de uma face é um erro.

Para algumas pessoas este auxílio precisará ser considerado mais cedo, para outras mais tarde e assim por diante.

Hoje o mais comum é vermos mulheres e homens em busca de PREVENIR o envelhecimento, de forma voluntária, antes dos 30 anos.

O que é considerado algo muito bom, porque prevenir é melhor (e mais fácil) do que remediar depois, literalmente.

Na minha opinião, a tendência é que as pessoas passem a enxergar os benefícios do cuidado preventivo na HOF, como uma questão de saúde.

A beleza assim se torna uma consequência, pois com os devidos cuidados o organismo agradece e nos traz as recompensas.

E quanto custa?

É comum a minha equipe de atendimento receber a seguinte pergunta:

Quanto o Dr Diogo cobra para aplicar botox e fazer preenchimento?

Aí a resposta é, que cada caso é um caso, e por isso, o preço varia não só de acordo com os procedimentos e a quantidade de produto a ser usada. Mas principalmente com a necessidade específica do indivíduo, sem receitas prontas, para a entrega de tratamento REAL e PERSONALIZADO.

Por isso, não há como mensurar o custo sem a prévia análise facial do paciente. Apenas sob consulta é possível saber o quanto pode custar.

É possível informar a média por aplicação de um produto específico? É, mas essa média não define o valor real de um tratamento personalizado.

Cada profissional trabalha a sua maneira, o custo dos produtos mudam de região para região, assim como o perfil e poder de compra dos pacientes também.

E tudo isso conta na hora de definir o preço dos procedimentos que aplicamos no dia a dia, para que tenhamos retorno financeiro saudável.

Sem esquecer que o retorno mais valioso é o do seu paciente, que quando bem atendido e satisfeito com os resultados, sempre volta e ainda lhe indica a outros potenciais clientes. Valorize isso e veja seu consultório crescer.

Até a próxima publicação,

Comentários