Não perca nenhuma das nossas notícias e dicas. Assine a nossa newsletter!
Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.

Evite edemas nas aplicações de Ácido Hialurônico

E agora Diogo, o que fazer?Vamos falar a respeito da Causa e Controle de Edema Pós Preenchimento.Mas primeiro quero recordar a diferença entre Edema e Equimose:

Evite edemas nas aplicações de Ácido Hialurônico

E agora Diogo, o que fazer?Vamos falar a respeito da Causa e Controle de Edema Pós Preenchimento.Mas primeiro quero recordar a diferença entre Edema e Equimose:

E agora Diogo, o que fazer?

Vamos falar a respeito da Causa e Controle de Edema Pós Preenchimento.

Mas primeiro quero recordar a diferença entre Edema e Equimose:

EDEMA - É o nome que se dá ao inchaço de determinada região do corpo. Trata-se do acúmulo de líquido no tecido subcutâneo que resulta em aumento volumétrico local.

EQUIMOSE - É o termo técnico para o hematoma comum, o famoso "roxinho". Que acontece por conta do extravasamento sanguíneo abaixo ou na superfície da pele.

Em resumo, Edema e Equimose são bem diferentes e portanto não devem ser confundidos.

Agora que lembramos que Edema é o aumento volumétrico subcutâneo (inchaço), te digo que é comum ele ocorrer após a aplicação do Gel de Ácido Hialurônico, principalmente em regiões de tecido frouxo como as olheiras, por exemplo. Esta é uma área que não possui aderência tecidual, ou seja, a pele não é densa o suficiente para segurar a expansão do gel de preenchimento.

O tamanho do inchaço vai depender da densidade do gel utilizado. Sim, existem diferentes densidades e indicações de aplicação para cada uma delas, dependendo da área a ser tratada. Aqui mesmo no blog eu falo sobre “Como escolher o melhor Gel de Ácido Hialurônico” , por conta das dúvidas na hora da escolha do produto e em quais situações devemos indicar.

Cuidados necessários

É preciso indicar repouso adequado ao paciente de no mínimo 24 horas após o procedimento. Nada de exercícios físicos, atividades que exijam esforço e evitar a exposição ao sol ou calor, pois altas temperaturas contribuem para a vasodilatação que promove o aumento de fluidos.

Mas aí você pode me perguntar: E se o meu paciente desobedecer acontece o que? Pode acontecer maior edema, possível equimose e até mesmo infecção.

Vale a pena lembrar que o edema primário é esperado mas pode ser melhor administrado com os devidos cuidados.

Não se esqueça de aplicar e também indicar o uso de compressa gelada. E deixe claro que a região tratada não deve ser comprimida para não difundir o gel que está em expansão. O controle do Edema deve ser feito diariamente, com todo cuidado e leveza possíveis, até desinchar por completo.

Enfim, orientar seu paciente e informá-lo sobre os possíveis efeitos e reações que podem ocorrer após o procedimento, é a forma mais eficaz de evitar surpresas e desconfortos desnecessários.  

A comunicação entre vocês deve ser ativa e eficaz em todos os atendimentos. Seja transparente com o seu cliente, transmita segurança a ele e colha resultados positivos.

Assista o vídeo:

Comentários